A atriz Paolla Oliveira fez duras críticas a juíza Joana Ribeiro Zimmer,

Fonte: Uol

Paolla Oliveira critica juíza que impediu aborto de criança estuprada em Santa Catarina

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

responsável por tentar impedir o aborto de uma criança de 11 anos estuprada em Santa Catarina.

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

A artista definiu a conduta da magistrada como "nojenta" e citou as violências sofridas pela criança

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

"É muito difícil para uma mulher ler tudo que está relacionado a esse caso. Imagine para uma menina, uma criança, estar vivendo isso

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

disse Paolla ao afirmar que ficou "estarrecida de revolta, raiva e de tristeza" enquanto acompanhava o processo.

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

Paolla questionou a violência sofrida pela criança e os motivos pelos quais a juíza se negou a assistir à menina.

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

Como alguém pode olhar no rosto de uma menina em sofrimento absoluto e não protegê-la? Não acolhê-la? É nojento", completou.

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

Finalizando o assunto, Paolla pediu para que a justiça fosse feita em favor da criança, reafirmando a opinião sobre a atitude da juíza

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

"Criança não é mãe, criança não é incubadora. Estuprador não é pai, estuprador é criminoso

Paolla Oliveira 

Fonte: Uol

Que se faça a justiça que essa juíza não foi capaz e não teve interesse de fazer. Que se desfaça a violência que essa juíza cometeu", finalizou.

Paolla Oliveira