Seu carro está trepidando ou não anda em linha reta saiba oque tem que fazer

Geometria e balanceamento no Carro

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

Como saber quando devo alinhar ou balancear meu carro, o carro desalinhado é o que não anda em linha reta, você coloca o volante centralizado direitinho ele puxa para um lado ou para outro
ou você ainda tem que fazer força no volante para ele ficar reto.

Balanceamento no Carro saiba como identificar

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

No balanceado você vai sentir uma vibração que começa normalmente entre 80 e 100 quilômetros por hora.

Adquira já a sua maleta de ferramentas

Maleta

Amazon

Se você sentir alguma vibração antes é porque o problema pode ser maior, por exemplo, uma roda torta ou empenada.

(Foto: Pixabay)

Além dessas indicações o manual do seu carro também traz prazos de quando o alinhamento e balanceamento devem ser feitos no plano de manutenção preventiva.

O aconselhável de uma maneira geral é fazer isso a cada 10 mil quilômetros mesmo que você não sinta nenhuma anomalia, fazendo isso com certeza você vai conseguir uma maior vida útil dos pneus.

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

O balanceamento nada mais é do que realizar o equilíbrio do conjunto do pneu e roda através de contrapesos.

Pois, eles possuem diferentes massas, então ao realizar a montagem de pneus novos ou após um período de no máximo 10 mil quilômetros rodados, ou seis meses devemos realizar o balanceamento.

(Foto: Pixabay)

Duas categorias de balanceamento

Existem dois tipos de desbalanceamento o estático responsável pela vibração mais percebida no volante e o dinâmico e o responsável pela vibração na carroceria e desgaste dos componentes de suspensão.

Vale reforçar que o ideal é sempre realizar o balanceamento combinado, pois o estático corrige apenas vibrações em linha reta a falta da realização desse serviço irá comprometer principalmente a sua segurança.

Devido ao desconforto ao dirigir gerando desgaste dos componentes (suspensão) decorrente das vibrações e ruídos.

Três formas de balancear

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

Existem três formas de balancear o conjunto roda/pneu o balanceamento de coluna que consiste em retirar a roda do carro e colocar na máquina.

O balanceamento local onde o equipamento é a acoplado no veículo e o balanceamento de micro esferas que é feito colocando pequenas quantidades de esferas de vidro na parte interna dos pneus que ao rodar realiza o balanceamento de forma automática.

Esses dois últimos são mais comuns na linha pesada.

Linha pesada

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

Não recomendamos balanceamento no local em veículos leves caminhonetes e SUVs.

Pois, além do risco de danos em carros com câmbio automático você estará mascarando possível problema no veículo, pois o equipamento irá compensar possíveis fadigas de algum componente da suspensão.

Geometria e balanceamento no Carro

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

Já nos carros com tração dianteira pode ocorrer uma série de problemas na planetária do diferencial são acionadas junto com a roda tocada pela máquina.

E não recebe lubrificação que é provida pela caixa disso a pele quando o carro roda e nesse caso ela ficará parada caso o diferencial seja de deslizamento com o autobloqueante esse tipo de balanceamento é impossível.

Geometria e balanceamento no Carro

(Foto: Pixabay)

Além disso, terá dificuldades de adicionar machos na roda do lado interno causando imprecisão outro ponto negativo é que não podemos mudar as rodas de posição como em caso de rodízio.

Pois, você perderá totalmente o serviço teve alteração do posicionamento do conjunto.

Dicas muito importantes:

Dicas importantes para carro flex